sexta-feira, 21 de março de 2014

Diário do Junior Beckmann (FEVEREIRO - 2014)

Nos vendemos muito barato quando estamos desesperados ...

As músicas que ouço estão a me confundir.
As palavras que leio dizem para que eu não insista.
A arte que existe dentro de mim não é mentirosa, não omite nada e não esconde nunca.
Prepare-se pois meu coração apenas está esperando a hora certa de gritar.
Gritar por liberdade, por raiva reprimida e por vitória conquista.

Hoje falarei sobre um equivoco. Não sobre arrependimento.

Sejam bem vindos ao segundo
Diário do Junior Beckmann.


Dário de JANEIRO.
FEVEREIRO :

- CALOR
(Eu nunca senti tanto calor na minha vida.)
- Camilla Uckers e Romagaga
(Loucas da Silva, somente risadas pra essas malucas.)
- Em Família.
- Series Finale de Partners
(Muito boa, a Sophia Bush é demais.)
- Assisti Ensaio Sobre a Cegueira.
(Ai ai Gael, somente suspiros para você.)
-  Ouvi os álbuns : Ray of Light (Madonna), Native (OneRepublic), Romance (Rinaldo & Liriel) e Para Olvidarte de Mí (RBD).
- Revi um ex-amor.
- Li os livros : O Diário de Suzana para Nicolas, Jogando Xadrez com os Anjos,
- Dei tchau ao meu chefe.
(Jadir, obrigado pelas oportunidades, confiança e pelas cartas brancas. Boa sorte.)
- Fraternidade Irmã Maria
- 1 Mês de AGIT'S Academia.
- Maratona Oscar 2014.
(Nunca foi tão difícil escolher os meus favoritos.)
- HEROES de volta?
(#EuTôNoChão)
- Encontrei no metro a fofa da DaniDani
(Isso nunca mais vai acontecer, mas foi intenso e importante.)
- Dei abrigo e fui injustiçado.
- Conheci um anjo chamado Caroline.
(Sim, um anjo, agradeço por tudo, você foi e está sendo sensacional.)
- Renata.
(Você tem sido incrível, cada palavra, cada silêncio, cada abraço e cada olhar apenas fortificam nossa ligação. Obrigado.)
- Moisés e Débora
(Eu sinceramente não teria suportado se não fosse vocês. Obrigado, de coração obrigado.)
- É, eu me perdi, mas encontrei milagres enquanto estive perdido ...




FEVEREIRO 2014

Meu mundo afagou
os pecados de outras costas.
Raios de luz
destroçaram parcerias, mas não a família.

Fui abrigo na tempestade.
A cegueira branca.
Vi o poder do adeus
me levando para além do meu limite.

Estou a me perder
como um idiota em fuga.
Semana dos infernos em ossos quebrados.
Romance lúdico em corações escravos.

Sigo me arrastando
para jogar xadrez com a dor.
O tormento de amores,
o jejum da vitória.

Não haverá paz, só lembranças.
Eu vi os estágios do sofrimento,
mas o luto acabou.
Meu sol chegou, me esqueça!

Quem você pensa quem é, amor?
O melhor de mim você desprezou.
Retire-se.
E leve consigo suas pegadas riscadas de verde.

O príncipe desceu do cavalo
e acordou do conto que nunca existiu.
Eu só queria um amor,
mas só ganhei mais uma dor ... 




Nos vendemos muito barato quando estamos desesperados ...

E foi exatamente isso que eu fiz.
O desespero e a dor me puseram em liquidação em qualquer vitrine.
E eu me vendi a preço promocional por apenas querer ser amado.
E tive que lidar com as consequências. Porque elas existem, quer queira, quer não.
Eu novamente me perdi e tive que refazer meus passos.
Novamente vi meu coração desfalecendo afogado no próprio sangue que ainda estava por cicatrizar.
Eu novamente tive que me desprender do meu eu.
É, estou outra vez reaprendendo a andar, esperando a hora certa de poder correr ...

As vezes a realidade é triste, mas ela na verdade é apenas uma lição.
Em Janeiro eu não dei ouvidos ao sexto sentido, ao espirito, ao que Deus tinha para me dizer.
E em Fevereiro eu colhi os frutos que meu desespero e dor saíram plantando.

Não aceite qualquer coisa, você não qualquer coisa.
Se venda pelo preço que vales e receba um comprador a sua altura.
Essa é a minha história e não a sua.
Você pode acreditar, confiar e sonhar.
Você tem um valor, descubra-o e seja feliz.


Hasta La Vista!
Fim do Final ® 2014
Junior Beckmann.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...