sábado, 15 de agosto de 2015

Pedaço de Carne

Eu venho de um mundo - talvez um na minha imaginação - onde as coisas são muito fáceis.
Um mundo onde a praticidade é a maior condição.
Seja com coisas ou sentimentos.
Sou do tipo 'acendeu, apaga!', 'sujou, limpa!','quebrou, conserta!'.
Coisas como 'ama, valoriza!', 'sente, diga!', 'quer, peça!'.
Não me conformo com nada menos que isso!
Não me conformo em ser usado e descartado simplesmente porque alguém quer ou precisa.

Eu vivo em um mundo onde eu posso ter tudo o que eu quero.
Mundo esse que me possibilita amar sem usar.
E não aceito ser mais um na lista de muitos.

Eu gosto de exclusividade, porque dou exclusividade.
Gosto de sentir prazer, e não somente de dar prazer.
Quero ver esforço porque sempre me esforço.
E comigo não tem essa de não espere nada em troca.
porque ainda que seja o mínimo, eu quero algo!

Não aceito ser tratado como um descarte.
Aquela carta que não completa o jogo.
Ou a última bolacha do pacote
- sim, a última, porque ninguém quer, já que ela vem toda quebrada -.
Não aceito medir minhas palavras e perceber que ninguém me poupa de seus discursos venenosos.

Valorize-se, ainda dá tempo!
Cultive amor próprio e seja feliz.
Porque fomos criados para a felicidade, apenas para ela!
Livre-se de todas as energias - pessoas - desnecessárias da sua vida e vista-se de sonhos.
Eles ainda existem e podem ser seu!

Coma ou engula, pois estou prestes a vomitar!
E isso não tem volta!

Hoje eu não quero ser uma opção!
Pois nasci pra ser escolha.
Não serei deposito de nada, e nem apenas mais um PEDAÇO DE CARNE.

Hasta la vista,
Junior Beckmann

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...